NEWSLETTER

GESTANTES

… contra indicado a prŠtica do Pilates para gestantes que nunca exerceram a atividade.

No entanto, para quem já exerce há algum tempo e com autorização médica, o método Pilates pode trazer conforto no período gestacional e preparar para o parto. Neste período, além dos níveis de hormônios progesterona e estrogênio estarem elevados, há também aumento da relaxina, hormônio que proporciona maior frouxidão e elasticidade aos ligamentos, principalmente nas articulações do quadril. Contudo, a mobilidade articular fica reduzida.

Os exercícios de Pilates auxiliarão na manutenção da postura corporal, compensando essa frouxidão ligamentar, no fortalecimento dos músculos abdominais, principalmente transverso do abdômen (que envolve o tórax como uma cinta, não deixando que a pelve se desloque para a frente, pressionando a região lombar) garantindo ainda maior força e relaxamento na hora do parto, e o assoalho pélvico, grupo muscular que sustenta órgãos como bexiga e intestinos.